7 de agosto de 2009

acontece.





Agora que recobro as minhas atividades mentais posso ver, você é tão linda quanto a sua voz me mostrava, desculpe não ter me apresentado antes, prazer meu nome é Adalberto, nos conhecemos em uma circunstancia tão desprovida de encantamentos não é mesmo? Deixe isso pra lá, me conte de você, pare de me cutucar eu estou ótimo, me sinto com 18 anos novamente, eu era um rapaz muito bonito, e cheio de vida, mas hoje me sinto cheio de vida novamente acho que renasci. O que? Você não está sentindo minha pulsação? Mas que besteira é essa? Posso sentir seu cheiro, seu calor, sua sinceridade, seu gosto. Volte aqui não me deixe sozinho, assim está melhor, não solte minha mão nunca mais, não é a primeira vez que caio de moto, deve ser a 5° ou a 6° vez, não sei bem ao certo, nessa minha idade os números se mistura até com as letras, pare de ficar dizendo que é uma falta de responsabilidade andar de moto, você precisava dar uma volta comigo, quando saímos daqui vamos viajar de moto, lhe mostrarei meu lugar preferido do mundo, fica a uns 200 km daqui, você trouxe seu biquine? Eu ando sempre de sunga. Sinto-me meio sonolento, devem ter me dado algo para dormir vou cochilar não me demoro, apenas não solte a minha mão. Hora do óbito 15:38, você é filha dele? Namorada? Amiga? Você que bateu na moto dele? Ele estava na contra mão e embreado, entendo. Acidentes acontecem. Concordo com você, e amor a primeira vista também.

5 comentários:

Thaysa Oliver. disse...

Acontece e acontece MUUUITO!
Tanto o acidente quanto o amor à primeira vista!

eu por exemplo, me apaixono à primeira vista à cada 5 minutos!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Lindo Texto Ray, bela história!
Como sempre perfeito :*

ERICK MOURA disse...

concordo com a Thaysa Oliver.
so nao me apaixono a cada 5 min. mas concordo com ela na parte em que ela fala que o texto ta muito bom,.

o texto deixou um ar de, oque esta acontecendo no inicio. e por isso ficou bom.

so nao superou o texto anterior. mas é uma coisa totalmente diferent.

bj

Cristiane Alberto disse...

Rayza,

muito bom! Adorei.

E é uma pena que alguns amores surjam no limiar da primeira e da última vista... é uma pena!

Beijos.

Nine disse...

*.*
concordo plenamente ray!!!
amor á primeira vista é um acidente sem proporçoes!!!
=)
abraçoO...

Amanda Luíze disse...

Amor à primeira vista = acidente!
Amei o texto.

Beijos